Festival – Kimono e Bata Floral

Musica e moda. Uma influencia a outra, e não nos deixam outra saída além ter muito amor <3 O Lollapalooza já foi e deixou muita inspiração! Aqui vai a minha, com bata floral e kimono de renda.

IMG_8297

Olá, como foi de fim de semana? Que delícia ter um festival de música tão legal acontecendo no nosso país, não é? Apesar de não ter ido, acompanhei um pouco pela rádio, e principalmente pelo instagram. É incrível como a música inspira e influencia a moda, não é? É como se o ambiente criativo te desse uma liberdade maior para se expressar, como se a beleza da música fosse uma deixa para você ser parte dela de uma forma bonita. Haha, claro seria inocência minha pensar que tudo é lindo e maravilhoso, mas me permito focar no que é bom.

Montei um look inspirado em festivais, e nele coloquei cores fechadas e outonais, bastante feminilidade, e é claro boho.

Queria um look com shorts jeans mais folgadinho e de cintura alta, porque acho que é super confortável para uma ocasião assim. Horas em pé, te permite sentar no chão se preciso, sem se preocupar com nada.

O kimono além de ser tendência linda que continua no outono e inverno, também vem em tecidos mais pesados na temporada, e no caso de festivais, dá ainda mais conforto e graça ao look.

Um chapéu floppy para proteger do sol, e porque sim haha É lindo!

Uma botinha com cara de gasta, e uma meia na mesma cor do chapéu e batom. Ah não preciso repetir que essa cor além de tudo de linda está com tudo, né?

A bolsa de franjas eu já tinha combinado com marsala aqui, e hoje ela ficou ainda mais linda com a blusa que tem a mesma cor na estampa.

Delícia de look, amei muito <3

kimono e bata floral mariabe

IMG_8233

IMG_8347

kimono e bata floral mariabe

IMG_8299

Bata Floral, Kimono de Renda e Bolsa de Franjas MariAbe: Aqui

Shorts: Refuge

Chapéu: Aliexpress

Meias: Urban Outfitters

Botas: Steve Madden

Curtiu o look de hoje? Foi no festival? Me conta tudo!!!

Beijo 😀

Publipost-link

6 thoughts on “Festival – Kimono e Bata Floral

Deixe uma resposta para Luise Bosquê Cancelar resposta