Vacina contra o HPV

Hoje eu decidi pesquisar e falar sobre um assunto de muita importância e bem controverso também, que é o início da vacinação contra o HPV em meninas de 9 à 13 anos de idade no Brasil.

Normalmente os assuntos por aqui são bastante leves e descontraídos, mas hoje decidi abordar algo mais sério, porque tem muito mais importância para nós mulheres do que nós temos noção.

Vacina HPV

O que é o HPV?

A sigla quer dizer Human Papiloma Virus, que quer dizer vírus do papiloma humano.

O HPV é um vírus que inicialmente atinge a pele de homens e mulheres, em sua maioria com verrugas. O vírus possui mais de 100 variações diferentes e que, de acordo com a demora da descoberta da doença, pode causar câncer no colo do útero.

Existem os casos rápidos e transitórios onde o próprio sistema imunológico ou tratamentos simples combatem o problema, e existem os casos graves que normalmente são os que não tem sintomas aparentes e podem gerar tumores malignos, por não serem tratados a tempo.

O que é a vacina contra o HPV?

Existem dois tipos de vacina contra o HPV:

A tetravalente que propõe proteger contra os vírus 6,11,16 e 18 que são contra as verrugas genitais e causadores do câncer do colo do útero. Ela é fabricada pelo laboratório Merck Sharp & Dhome e é chamada comercialmente de Gardasil. Essa é a vacina que está sendo aplicada em adolescentes no Brasil gratuitamente.

A bivalente que propõe proteção contra os vírus 16 e 18, que são os maiores causadores do colo de útero. Não tem proteção contra as verrugas. É fabricada pelo laboratório GSK e é chamada de Cervarix.

Proposta de funcionamento da vacina:

A proposta da vacina é, com a introdução de uma partícula pequena semelhante ao vírus no organismo, gerar uma produção de anticorpos contra o vírus. Então se houver contato com o vírus, o corpo deve reagir de forma rápida e eliminá-lo.

Bom, desde o mês passado a vacina Gardasil tem sido aplicada em meninas de 9 à 13 anos gratuitamente no Brasil todo. O Ministério da Saúde garante que a vacina é eficaz e segura, é administrada há algum tempo em outros países, e afirma que por ser uma novidade no nosso país, é normal certa rejeição vinda da população.

Porém especialistas afirmam que a prevenção do colo de útero através da vacina não foi comprovada, e que os riscos da vacina ainda não podem ser totalmente calculados. A matéria exibe também um gráfico com informações sobre os países e os números de mortes.

Leia aqui.

Existe também um site em que o autor apresenta muitos artigos falando das vacinas, gráficos com mortalidade, danos graves cerebrais e invalidez, matérias sobre a ineficácia contra o câncer de colo de útero, depoimento de famílias afetadas e perigos inevitáveis de doenças auto-imunes causados pela vacina.

Leia aqui. 

A polêmica mais divulgada foi do grupo de pais que criou um grupo no facebook contra a vacinação em seus filhos.

Os pais dizem que por serem cristãos e contra o sexo antes do casamento, estariam incentivando a sexualidade fora do casamento em seus próprios filhos se aceitassem a vacinação.

Vacina HPV

Enfim, a minha intenção aqui não é tomar partido ou defender uma teoria, e sim informar e motivar a pensar sobre um assunto tão importante.

As formas mais eficazes na prevenção do HPV e do câncer no colo do útero é o uso da camisinha (que não previne completamente pelo mau uso e possibilidade de ruptura) e o exame papanicolau. O exame deve ser feito uma vez ao ano a partir da primeira relação sexual.

De acordo com pesquisa feita em 2013, 12.9% das brasileiras nunca fez o exame.

Queridas, fica aqui meu compromisso de também me cuidar melhor, e principalmente um apelo para que as mães conversem com seus filhos, mas que dêem a eles a oportunidade de escolher seus próprios caminhos com conhecimento de causa, e para que como mulheres que tomemos decisões com consciência e que sejamos mais cuidadosas com o nosso corpo e mente.

Beijo grande.

 

 

 

 

 

 

8 thoughts on “Vacina contra o HPV

  1. Super explicativo e interessante, realmente esta doença é terrivel, lamento que muitas crianças tem que tomar pois já tem vida sexualmente ativa, fazer o que né rsrrs tem que se cuidar. Me ajudou bastante a esclarecer algumas duvidas, brigadinha flor. bjkas

    • Obrigada Amanda. Na verdade o ideal que ele colocam é que elas tomem a vacina antes do início da vida sexual.
      Beijo.

  2. Achei bem legal você abordar esse post aqui, porque eu realmente acho que é um assunto bem importante. Eu sou super a favor dessa vacina e não acho que seja um estímulo ao início da vida sexual como muitos acham, mesmo que a menina só inicie essa vida após o casamento, não significa que seu parceiro também vai ter iniciado ao casar-se com ela, inclusive tem a chance dele ter adquirido a doença, então acho que mesmo que sejam crianças, as mães devem apoiar a vacinação, até porque elas não tem total controle sobre a vida dos filhos.
    http://www.luisa-tavares.com

    • Oi Luisa, é mesmo importante. Sou a favor da prevenção tbm, e não vejo tbm a ligação com a criança tomar a vacina e a iniciação sexual.
      A melhor prevenção do mundo é a instrução, principalmente vinda dos pais, né?
      Beijo, linda.

Deixe uma resposta